Adolescência é aquele período em que:

Paulo Avelino
avelino@roadnet.com.br
ICQ# 53760772
http://www.roadnet.com.br/pessoais/avelino
 
 

- todo mundo tinha cerca de 5.496 amigos e você só tinha dois ou três, se tanto;

- todos os seus amigos tinham de cinco a seis namoradas, e você que não tinha nenhuma se perguntava como isso era possível, já que a população do mundo é dividida mais ou menos igualmente;

- você viveu os seus treze anos sempre em tensa expectativa, com uma caixinha na bolsa, esperando que finalmente acontecesse;

- seu maior prazer era usar aquelas calças compridas de cós baixo;

- você morria de medo de fazer o serviço militar;

- no orçamento da casa você era uma espécie de Ministério da Educação - sempre o último a receber verba, recebe bem pouquinho e tem de preencher um monte de formulários dizendo tintin por tintin o que vai fazer com o dinheiro;

- o primeiro beijo não correspondeu à expectativa, foi uma nojeira;

- o segundo beijo foi uma chatice;

- o terceiro beijo foi uma completa baboseira;

- os beijos só começaram a ficar bons quando você passou a não ter mais expectativa nenhuma;

- você gostaria de ficar em movimento o tempo todo mas tinha de ficar sentado assistindo aula de física;

- você não tinha a mínima idéia do que era pres-são-ar-te-ri-al;

- sempre tinha uns chatos metidos a valentão que nunca o deixavam em paz;

- sempre tinha uma chata cujo principal objetivo na vida parecia ser convencer o Planeta Terra de que não havia criatura mais linda do que ela;

- e ela sempre tinha um brinco ou sapato ou qualquer coisa nova para mostrar, era infalível;

- sempre tinha o chato que tirava uma notinhas altas e por isso achava que um dia iria ganhar todos os Prêmios Nobel de uma só vez;

- e ele nunca dava cola nas provas;

- você tinha de levar seu irmão menor sempre que saía com seu namorado, e o danado exigia uma fortuna em suborno de doces e sorvetes para ficar uns minutinhos olhando para o outro lado;

- você era apaixonada pelo professor de Biologia;

- você tinha um diário onde desenhava corações e colocava folhas secas;

- você detestava acordar cedo para aquelas aulas de educação física;

- você tinha aquelas revistas escondidas debaixo do colchão;

-- você ganharia o Prêmio Nobel de Felicidade no dia em que arranjasse uma namorada;

- você acreditava que uma vez passado no vestibular não se precisava fazer mais nada na vida.